Dec 11, 2014

As decorações de Natal de Peter Pan

Na casa de João, Miguel e Wendy preparava-se o Natal. O que mais gostavam era a decoração da árvore.
Era uma tarefa realizada em família. Estavam todos na sala nessa noite e nunca mais iam para o quarto. Peter Pan tinha entrado pela janela e aguardava os seus amigos para mais uma viagem à terra do Nunca. Intrigado resolveu espreitar pela janela da sala e ver o que se passava. Viu que seus amigos estavam tão felizes que, sentiu um bocadinho de inveja. Queria ir lutar contra o Capitão Gancho nessa noite.
Contudo os seus amigos estavam tão entusiasmados que ficaram cansadíssimos com a animação. Adormeceram todos no sofá em frente à árvore de Natal. Seus pais levaram-nos ao colo para a cama para dormirem.
Aborrecido, Peter Pan, consumido pela inveja, entrou na sala da família Darling e ficou a olhar para a árvore de Natal intrigado. Na terra do Nunca havia coisas muito mais interessantes que aquela árvore. O que era aquele brilho das luzes comparado com o brilho da Sininho, por exemplo. Então teve uma ideia, pegou num bloco de desenho que estava perdido na sala e desenhou cada um dos personagens da terra do Nunca. Desfez a árvore da família e colocou os seus desenhos.
-Agora, sim está linda!
Não contente com a sua obra foi até ao quarto dos seus amigos e acordou-os para ver a sua surpresa.
Quando os seus amigos chegaram cá abaixo meio estremunhados ao contrário do que Peter pensou ficaram muito tristes.
-O que fizeste Peter? – Perguntou Wendy.
-Não acham que esta árvore está mais bonita que aquela que tinham?
Voou para o lado da árvore e apontou para um desenho:
-Olhem o gancho! Não está o máximo!
-Peter! Destruíste a nossa árvore!
-Eu não a destrui! Apenas a tornei mais bonita e animada! Aquelas bolas e luzes eram muito aborrecidas!
-Não entendes, pois não?
-Entendo o quê?
-A árvore é bonita porque é feita com os nossos pais que quase nunca estão connosco. Será sempre bonita por isso mesmo!
Peter franziu o sobrolho.
-Mas não gostam desta?
-Mana e árvore que fizemos com os nossos pais? Eles vão ficar tristes!
De repente, a estrela do topo da árvore começou a brilhar e transformou-se na Sininho que começou a voar à volta da árvore, às voltas, às voltas, tanto que deixou as crianças tontas. Tão tontas que tiveram que fechar os olhos para não cair. Quando voltaram a abri-los a árvore voltou a ser como era.
As crianças ficaram tão felizes que até os seus olhinhos brilhavam:
-Obrigada, Sininho! – Disse a Wendy.
Peter agarrou nas mãos dos seus amigos e voaram até ao quarto.
-É melhor irem dormir! Já é tarde! – Mandou a Wendy.
Peter Pan esperou que eles adormecessem. Viajou até à terra do Nunca e trouxe de lá um pinheiro, plantou-o numa concha gigante cheia de terra, colocou-o no quarto de seus amigos e decorou-a com os seus desenhos.

Quando eles acordaram viram a prenda que Peter lhes tinha deixado. Ele tinha percebido que tudo na vida tinha um lugar próprio, a família e os amigos.

No comments: