Dec 10, 2014

A ceia de Natal romântica da Carochinha e do João Ratão

Estavam os dois muito felizes pois era o primeiro ano em que passavam o Natal juntos. A Carochinha tinha decorado a sua casa e João Ratão a janela aonde conhecera a sua amada. Faltava agora decidir o que fazer para sobremesa da Ceia de Natal.
-Estou a pensar em fazer uns sonhos de pulgões das couves! O que achas amor? – Perguntava a Carochinha.
-Blgh, que nojo? Não podem ser uns de queijo da Serra da Estrela?
-Ohh amor! Achas que eu, Carochinha bela e esbelta vou comer queijo? E a minha linha?
Era a primeira vez que os dois desacordavam nalguma coisa.
-Mas Carochinha linda! Pulgões? Não consigo come-los! Até acho que eles dão um ar fofinho às folhas de couve!
Tanto a Carochinha como João Ratão não sabiam o que fazer. Alguém tinha que ceder!
-Querida! Faz lá os pastéis que tu tanto gostas!
-Não amor! Eu faço os de queijo! Não quero que passes o nosso primeiro Natal sem uma das tuas guloseimas preferidas.
-Faz os de pulgões!
-Não! Faz os de queijo!
-Pulgões!
-Queijo!
E assim continuaram…até que começaram a repetir tão rápido que o João Ratão se confundiu todo:
-Pulgões de queijo!
-Ãh? – O que disseste João?
-Baralhei-me todo!
-Tive uma ideia! Vou fazer uns de queijo e uns de pulgões. Assim todos ficamos contentes.
O casal olhou olhos nos olhos e descobriu a forma que o amor encontra para resolver os atritos: a partilha.

Tiveram um Natal muito delicioso e especial em que ambos levaram uma parte do que os fazia felizes antes de se conhecerem e partilharam aquilo o que a união lhes ofereceu.

No comments: