Apr 22, 2014

Liberdade garantida

Liberdade quem és?
O que permites?
Fazer o que quero,
Dizer o que penso,
Mostrar o que sinto.

Eu faço que quero mas não tenho o que desejo,
Eu digo o que penso mas ninguém me ouve?
Eu mostro o que sinto mas ninguém se importa.

Tenho-te mas não sou feliz,
Tenho-te e exibo-te mas ninguém te vê.

Posso sair à rua vestida como as fases da lua,
Gritar como o sopro vento,
E amar calorosamente ao sol,
No entanto, vivo triste como a chuva.


Insatisfeita natureza humana de não valorizar o que se tem e desejar o que não se pode ter.

No comments: