Jan 10, 2014

De costas viradas

Um velho chapéu-de-chuva partiu-se e foi deixado no chão, acabando por voar para um canto da rua. Estava um dia de muito vento e andava tudo pelo ar. Passados alguns momentos, arrastado por uma rajada forte juntou-se a si um gorro ainda novo, perdido por alguém.
O gorro estava todo esfarrapado e já tinha um buraco. O chapéu tinha uma vareta partida.
Ali estavam abandonados à espera que os funcionários da autarquia os levassem para o lixo.
Contudo, havia greve e não se aguardava que houvesse recolha nos próximos dias.
Passado algum tempo vira-se o chapéu-de-chuva:
- De vareta partida,
De vareta rachada,
Num momento abrigo,
Noutro momento um nada.
O gorro, molhado e sujo, ao ouvir tal lamento:
-De corpo rasgado,
De corpo magoado,
Num momento calor,
Noutro momento um fardo.
Ali estavam os dois a gemer. No final do dia, vira-se o gorro para o chapéu-de-chuva:
-Olha lá! O que achas que nos vão fazer?
-Sei lá! De vareta partida não sirvo para nada. Se pudesse atirava-me para debaixo de um carro mas não consigo.
-Ai! Tu agora podes, sei lá! Servir para proteger do Sol!
- Achas que alguém guarda um chapéu velho até ao Verão? Rapidamente, sou substituído! Tu é que ainda podes ter utilidade!
-Eu? Para proteger do quê? Tenho um buraco!
-Podes reinventar-te!
-O que é isso?
-És jovem! Se não serves para gorro, serves para boina!
O gorro, pensativo, disse:
-Achas que alguém me guarda até ao Verão para servir de boina?
-Sim, claro! Tens aspeto de novo e quando te virem veem em ti essa possibilidade.
-E a ti não vêm porquê?
Ali perto estava um senhor idoso com um telemóvel na mão meio perdido. Parecia que queria ajuda. Chegou perto de um jovem e pediu-lhe auxílio para ver um sms. O jovem olhou para o velho e respondeu:
-Não sabes ler um sms? Ah! Ah! Agora não posso que estou aqui no facebook a fazer um like e depois ainda tenho que ir escrever um tweet!
O senhor afastou-se e foi embora.
-Estás a ver? – Perguntou o chapéu-de-chuva.
-Sim! Mas não percebo! Tanto consigo eu ser uma boina como tu um chapéu-de-sol!

-Certo, mas de ti esperam que o consigas e a mim viram as costas e vão-se embora!

No comments: