Aug 23, 2013

Adeus memória!

Fazias parte da família,
Os anos passaram, as gerações substituíram-se e tu ali,
Tempo após tempo, estação após estação.
Raiz de conforto, mãe protetora.
Viste crianças a criar cabelos brancos,
E idosos a brincar de novo.
Lembravas aos novos quem foram os que partiram,
Recordavas aos velhos que por mais voltas que façam tudo se resume ali.
E agora? Onde vou tocar para sentir os que já não estão?
Quem vou cuidar para deixar algo de mim para os que virão?
Fogo desesperante, levaste uma parte de nós!

Apagaste uma parte do nosso passado e uma raiz do nosso futuro!


P.s.: Infelizmente ontem um dos fogos que assola o nosso país matou um castanheiro centenário da minha família...

No comments: