Mar 26, 2013

Penas versus Orelhas, round I


Depois de lido todos os documentos históricos, vários relatórios científicos de peritos em biologia e ouvido várias testemunhas, o advogado de defesa da galinha não aceita o veredicto.
-Sr. Juiz é animalmente e cientificamente impossível um coelho pôr ovos! Tenho aqui várias transcrições de depoimentos que confirmam.
Ao qual responde o advogado do coelho:
-Sr. Juiz, nenhuma das testemunhas afirma ter estado no momento em que as crianças viram o coelho. Os relatos são de vários criadores de outros coelhos e outras galinhas. Não pode ser considerada prova.
-Mas, Sr. Juiz, tenho aqui escutas de crianças que ficaram traumatizadas ao saberem que o coelho que tinham. Aquele animal fofo e peludo poderia pôr ovos- Afirma o advogado da galinha.
-Merentíssimo, nenhuma das crianças era a que estava no quintal nem era filho da senhora pobre que coseu, pintou e escondeu os ovos. Logo não poderão ser consideradas prova válida.
O advogado da galinha, vermelho e desesperado pela frustração em ter que provar em tribunal fatos óbvios, abre a mala e tira de lá um coelho e afirma:
-Ora, meus caros se confiam que este coelho ponha ovos, venho requerer a este tribunal que exija a este animal que ponha agora um ovo.
-Merentíssimo, não se pode exigir a este coelho porque nada prova que tenha sido ele que estava naquele quintal.
-Meus senhores, se não se pode ouvir as testemunhas porque não viram, não se podem ouvir as crianças traumatizadas porque não eram elas os filhos da senhora pobre e não se pode exigir a este coelho que ponha ovos logo não se pode provar que tal tenha acontecido.
O juiz franze o sobrolho e intervêm:
-As provas demonstradas não conseguem provar que os coelhos não possam por ovos mas também não conseguem evidenciar o contrário. Assim sendo, dou esta sessão por encerrada.


PS.: Esta história é baseada numa lenda que " uma mulher pobre coloriu alguns ovos de galinha e os escondeu, para dá-los a seus filhos como presente de Páscoa. Quando as crianças descobriram os ovos, um coelho passou correndo. Espalhou-se, então, a história de que o coelho é que havia trazido os ovos.Desde então as crianças sempre acreditaram no coelhinho da páscoa ,a história que seus pais contavam para elas"Coelhinho da Páscoa

1 comment:

Paula Nogueira Guerra said...

Não conhecia... obrigada pela partilha (✿◠‿◠)♥