Jan 8, 2013

Jóia de cor


As palavras saltam da minha mente,
As recordações queimam-me o peito,
Ouve-me!
Dá-me um pedaço do teu tempo!
Tens a vida pela frente e eu arrasto uma vida cheia de mágoa.
Esboço traços de experiências,
Homenageio quem um dia amei,
Que vive em mim,
Que me ilumina a solidão,
Que me agarra à vida,
A quem a vida deixou de ter para dar.
Ocupo os pedaços do tempo,
Arrastados pelos ponteiros do meu relógio.
Sei que para ti o tempo corre,
Sei que tens quem te aguarde,
Quem ilumine os teus dias com a sua presença.
Mas, mas espera!
Mostra-me um pedaço desse teu bem precioso,
Dessa jóia que lutas para ter,
Não quero roubar-ta. Apenas quero que ela, por momentos, brilhe,
Que cintile e dê cor a esta minha tarde cinzenta.

1 comment:

Paula Nogueira Guerra said...

Que a ua felicidade seja a minha felicidade ;)