Sep 15, 2012

Quero ser um pombo, Coelho!

- Deus, Deus, estás a ouvir-me!
-Deus, Deus, quero ter um bico!
Apelava mentalmente, como se tivesse capacidade para falar com Ele diretamente. Não tinha religião mas resolveu tentar.
-Deus, se Tu existes, dá-me um bico por favor!
Já não sabia o que era a realidade. Pareceu ouvir uma voz na sua mente mas não sabia se era mesmo resultante da audição se da sua mente.
-Tu queres um bico para quê?
-Quero um bico para poder comer como estes pombos.
-Meu filho, tu és descentente de Adão, não poderás ter bico!
Continuava com fome, parado a olhar os pombos comer! Contudo, continuava com esperança e resolveu continuar:
-Buda, Buda! Dai-me um bico! Tás a ouvir Buda!
Passados alguns momentos começou a ouvir outra voz:
-Todas as criaturas tem direito à sua existência da forma como vieram a vida. Tu não terás um bico!
Estático, a olhar os pombos a encher o papo, já com a visão a faltar tentou mais uma vez:
-Maomé! Maomé! Dai-me um bico, por favor!
-Darei-te um bico depois de seguires os meus ensinamentos e fazeres jejum quando eu assim o quiser.
-Eu preciso agora!
-Agora ainda é cedo! Só depois de ouvires a minha palavra!
Sem aguentar mais, cheio de fome e fraqueza, recordou-se de um pedaço de jornal que havia visto no dia anterior que um tal Coelho ia dar solidariedade. Era a sua última esperança, ali, na porta daquele supermercado de uma das maiores cadeias do pais, ninguem lhe dava uma moeda para comer.
-Coelho, coelho! Estás a ouvir-me! Dá-me um bico!
De repente, ouviu mais uma voz.
-Entra na loja, compra um bico, eles têm mais margem de lucro com a baixa da TSU, e de certeza que já terão bicos a venda!
O pedinte, foi acordado por um carro que assustou os pombos. Era um sonho.
Estendeu a mão para mais uma pessoa que saia com sacos, para pedir umas moedas para comprar o tal bico:
-Minha senhora uma moeda!
-Meu amigo, não tenho! Tive que pagar as compras com todas as moedas que tinha no bolso. Tenho um pão quer?
-Agradeço muito!
A senhora abriu o saco e retirou de lá um pão, deu-lho e partiu.
-Muito obrigado mais uma vez. Tenha um bom dia.
O pedinte abriu o pão ao meio, comeu metade e deu o resto aos pombos pois mesmo com fome gostava de partilhar com os seus companheiros.

2 comments:

belle du jour said...

Giveaway Chanel

http://belledujourlisboa.blogspot.pt/2012/08/giveawaychanel-6-meses.html

Participa!

Ana Lú Santana said...

Tem meme prá você aqui http://prosaencantada.blogspot.com.br/2012/09/memes-recebidos.html muito legal seu texto! bjos