Jun 21, 2012

Canto de luz, canto de mel

Um pirilampo encontrou uma abelha ao entardecer:
-Sou o maior, sou brilhante!
A abelha, a descansar numa folha nem ligou à conversa.
-Oh, minha linda, não gostas aqui do “je”? Comigo terias as noites todas iluminadas. Na tua vida haveria sempre luz.
A abelha recostou-se no seu manto verde, tentando adormecer com o canto.
-Sou fantástico! Não sou? Sou brilhante.
Cansado de ser ignorado, resolveu pousar junto à abelha.
-Não me vês? Já algum dia viste um macho mais exuberante.
A abelha chateou-se e picou-o.
-Ai! Não precisavas de me magoar!
-Sabes! Sou a maior, sou picante!

2 comments:

Lemon said...

Adorei :)

Diário de um Anjo said...

Obrigado Lemon. Bem vindo!