Dec 28, 2011

Prioridades de vida, não?

Há coisas que me fazem confusão, nesta altura, em que todos falam de crise e os leitores mais frequentes e atentos a este blog já devem ter lido algumas coisas sobre o assunto.
Tive uma educação humilde e fui habituada desde pequena a fazer contenções, a definir prioridades e a dar mais importância aos momentos do que as coisas.
Creio que as pessoas perderam esta noção. É preciso cortar nos gastos e as pessoas olham para as suas despesas e escolhem. Fico é surpreendida com as opções. Vejo pessoas a poupar na comida e a pagar empregadas para limpar a casa e ainda pessoas que pagam a outras para lhes fazerem as lides domésticas e oferecem-se para serem pagas para fazer as dos outros.
Desculpem o desabafo moralista mas faz-me imensa confusão! A mim sempre me disseram: “Pode não haver dinheiro para diversão mas têm que haver para o pão!”

3 comments:

Olívia Palito said...

Estou completamente de acordo. É como aquelas pessoas que não têm comida, mas têm Internet, tv por cabo (já para não falar nos canais que se pagam e nunca se chegam a ver), etc. Penso como tu: a cortar, que sejam coisas supérfluas e não a comida.

Phil said...

Não podia cocordar mais... Gostei :)

...Ju... said...

acho que há muita gente com as prioridades trocadíssimas!
já vi cortarem em medicamentos que eram realmente precisos para o filho ter 4 telemóveis topo de gama!