Jun 22, 2011

That´s me

Sou uma égua de corrida,
Cavalgo pelas estradas da vida,
Castanha e de bom porte,
Luto pela minha sorte.

A luta é o meu forte,
O nada o meu ponto de partida,
E ao nada poderá ser a minha sorte,
Feliz sempre ficarei, pois para mim é estar viva.

No comments: