Jun 2, 2011

Capitão Brock

imagem: net
  Joãozinho fazia birra ao almoçar.
-Come as cenouras João! Come os Bróculos! – Chateava-se sua mãe.
-Não quelo! Não! Não! Quelo uma Hamburgre!
-Os vegetais fazem-te falta! Come senão não vês TV! Vou à despensa. Quando eu vier, quero tudo comido!
Joãozinho, cerrava os dentes. Enquanto desenhava um barco com a comida, ouviu:
-Capitão Brock! Capitão Brock! O pirata Bicho Vivo aproxima-se do barco!
Joãozinho olhou à volta. Sua mãe não tinha voltado e não havia ninguém.
Quando baixou a cabeça para o prato, reparou que a cenoura, andava em pé, aos pulos.
-Ameaça a estibordo! – Repetia insistentemente.
Era como se o prato ganha-se vida. De repente, o bróculo levanta-se também! Uma das suas hastes transformara-se em espada e a outra em perna. Parecia um pirata com perna de pau como ele tinha visto num filme.
-Arghhh! Bicho Vivo aqui não entra.
Os vegetais começaram a lutar mas Joãozinho não via o atacante. Parecia invisível:
-A, B, C e D, atira, bate, cura e defende! - Gritavam.
-Com quem vocês lutam? – Atreveu-se perguntar.
-Nós, lutamos com Bicho Vivo! A, B, C e D, atira, bate, cura e defende!
-Não se vê nada!
-Bicho Vivo não se mostra! Bicho Vivo muito mau! Ataca sem se mostrar e menino pode matar!
Joãozinho, nada percebia.
- A, B, C e D, atira, bate, cura e defende! A nós tens que comer para a ti, defender!
Joãozinho lembrou-se de, quando ficou doente no mês passado. A senhora da bata branca disse que ele tinha bichos e que lhe faziam mal. Ficou com medo. Lembrou-se das dores de barriga que tinha tido e de que havia ficado semanas em casa sem poder ir brincar.
-João, meu filho! Comeste tudo! És um lindo menino! Vai ver TV, está a dar os teus desenhos preferidos.
O menino levantou-se e sentiu-se mais forte que nunca, pois dentro de si o Capitão Brock iria defende-lo!

3 comments:

BlueAngel said...

Tenho lido as tuas histórias e tenho gostado de todas, mais de umas que de outras, óbvio não é? Tenho uma pergunta para ti: Tens estes textos registados? Nunca se sabe quem tos pode levar, infelizmente o mundo funciona assim. Não me lembrei disto por causa da minha má experiência, tenho-me lembrado todos os dias mas sou prguiçosa para comentar ihihihihihihihihihi beijinhos colega de Asas

Eva Gonçalves said...

:) Esta história deve resultar para quando os miúdos não querem comer legumes, rrsss. Beijo

Diário de um Anjo said...
This comment has been removed by the author.