May 15, 2011

Pedritas


Aquela montanha era repleta de pedras enormes e imponentes. Uma dessas pedras era o Calhau, um enorme mineral, quase em forma de uma grande bola. Quase, porque colado a si vivia o Pedritas.
-Pai, nós somos pedras, logo nunca mudamos de sítio e de forma, não é?
-Meu pequeno, não é bem assim. Senão não existias. Tu dantes fazias parte de mim. Há muitos milhares de anos atrás.
-Sim, pai. Já me tinhas contado! Que um dia acordaste e eu estava aqui teu lado. Mas agora vamos viver juntos para sempre!
-Não digas sempre, nem nunca,Pedritas. Essas palavras raramente poderão ser aplicadas, mesmo para nós!
-Ohh, lá estás tu com esses enigmas! Para mim vou estar aqui para sempre. Este cantinho é-me familiar e porque irei mudar?
Pedritas, foi dormir. Aproximava-se uma enorme tempestade e ao longe ouvia-se já, indícios de uma trovoada.
Não houve memória de uma noite assim: árvores ardidas com trovões e rios com seus leitos transbordados.
Pedritas acordou:
-Pai, pai! Onde estás? -Gritou aflito!
Não ouviu nada nem reconhecia o seu meio envolvente. Parecia estar junto ao rio, numa margem.
Gritou, chorou, voltou a gritar e passados alguns minutos ouviu um eco, como se uma rajada de vento fosse:
-Filho, eu estou aqui na montanha e tu separaste-te de mim. Foi um trovão!
Pedritas suspirou fundo e soluçando:
-Mas nunca mais te vou ver!
-Não, mas se a natureza nos separou é porque tu és preciso noutro lado!
Parou de chorar e olhou à sua volta. Fazia parte de uma barreira natural que impedia que o leito de o rio se desviasse do seu curso norma e inundasse uma aldeia à sua margem.
Cheio de orgulho, sorriu e ali ficou, na sua nova missão.

O comodismo faz-nos sentir seguros. A estabilidade é boa mas não devemos fazer dessa necessidade um impedimento para abraçar novos projectos, novas actividades. Aquilo o que sabemos, poderá ser útil algures ou mesmo não sabendo fazer nada, há sempre a hipótese de aprender!

2 comments:

Eva Gonçalves said...

Acredito que todos temos uma missão... mesmo que tarde em descobri-la... ou mesmo se nunca a encontramos... mas por vezes, a nossa missão está bem à nossa frente, e não a vemos! :) Beijinho e boa semana

Phil said...

Na nossa vida acontece isso mesmo acho que nunca e que sempre será e às vezes tudo muda... Este também é o encanto da mesmoa :)