Apr 28, 2011

Os sapatos falantes

imagem: net

Os dias na padaria do bairro já não eram os mesmos. O Sr. João tinha o estabelecimento desde da década de 70 e na altura dava para sobreviver. Agora, os únicos clientes eram os seus vizinhos, já idosos. A população da zona envelheceu e os jovens partiram para a periferia de Lisboa, aonde as casas são mais acessíveis.

A pessoa mais jovem era o seu empregado, o Toni. rapaz simples mas muito preguiçoso. Ia-se aguentando pois a idade do Sr. João já não lhe permitia fazer grandes esforços.

O dinheiro ia escassando e as poupanças eram mais que muitas. Tantas que a roupa do velho padeiro já se fazia notar. Seus sapatos andavam rotos.

Um dia, Toni, enquanto o Sr. João atendia uma cliente, resolveu brincar com os sapatos e fingir que eles falavam. Escondeu-se atrás do balcão e começou a falar, com voz alterada, enquanto o padeiro andava:

- Olá, Dona Rosa! Está muito bonita hoje!

Os dois vizinhos, espantados e sem saber muito bem de onde vinha a voz, olharam um para o outro e fingiram ignorar.

- Dona, Rosa, essa blusa às flores favorece-a!

A cliente olhou para todo o lado e reparou que quando Sr. João andava a voz continuava.

-Vizinho, os seus sapatos falam!! Estou a endoidecer!

-Ãhh!

O padeiro continuou a andar e a voz:

-Sr. João, não ande muito que nos cansa! Já temos muita idade!

A vizinha saiu depressa da padaria e espalhou a notícia nas redondezas. No início, ninguém queria acreditar, mas a brincadeira foi-se tornando recorrente, pois as vendas da padaria aumentaram drasticamente.

Toni, chegou a contar ao padeiro mas nenhum conseguiu parar pois o rapaz tinha muito jeito e sempre animava o bairro.

A verdade chegou a ser contada mas toda a gente pedia para a brincadeira continuar. As manhãs ficaram mais animadas. Ninguém resistia a ser atendida pelos sapatos falantes.


3 comments:

...Ju... said...

prova como às vezes basta ser criativo para as coisas melhorarem!

Phil said...

Precisamos de tão pouco para animar um dia ;) gostei muito desta história...

Eva Gonçalves said...

A vida é feita destes pequenos gestos para a tornar mais agradável... e é tão simples melhorar a vida de alguém com um sorriso :)