Sep 3, 2008

Não olhar para trás!

Mudar é difícil pelas coisas que se deixa e pelo receio do que estará do outro lado. Algumas pessoas possuem um pavor tão grande que acabam por se acomodar. Sei que ser feliz é dar valor ao que se tem mas acredito também nos sonhos e nos sacrifícios necessários para os atingir.

Por seu turno, há alturas na vida em que se pode arriscar mais e aliás passar por essas etapas sem o fazer implica chegar a velho com aquele sentimento de: "afinal podia ter feito mais e fiquei por ali...agora é tarde demais".

Pois é, optei pela mudança, de uma forma calma e serena como se tivesse optado entre abrir uma janela ou deixá-la fechada.

Não sei o que me espera do outro lado, nem se de facto valerá a pena. Confio nos meus instintos e nos conselhos daqueles que sei que apenas desejam o melhor para mim. Ouvi cada um deles e bebi cada uma das suas palavras encaixando-as no texto, com a estrutura que eu ja inconscintemente havia construido e com a conclusão que a neblina do medo me impedia de ver.

Espero que tudo corra bem e que daqui a umas semanas esteja a escrever novamente aqui neste meu canto, embora se calhar com menos frequência, novidades boas e outras menos boas mas que no seu conjunto me deixem mais feliz.

2 comments:

Susana Guerreiro said...

Não olhes para trás miúda!!!
As oportunidades agarram-se, não a deixes fugir!!! Afinal, temos que lutar pelo que queremos...Quem sabe se um dia não é a minha vez...
Vai correr tudo bem!!!

ηatalie αfonseca said...

E fazes tu muito bem!
Eu também estou à procura da mudança! QUero muito sair daqui!

E essa saída está para breve!
Se não houver nada...vou procurar.

Mas vou sair daqui! Vou-me embora uns tempos! :)