Nov 11, 2007

A caminho do Sol

Lembram-se daquela história em que a borboleta estava tão aficcionada pelo brilho do Sol que tentou voar até ele e queimou as asas?
Como muitas histórias que nos contam quando somos pequeninos ensinam-nos uma lição: Por muito que admires ou ames algo ou alguém, nunca corras atrás do seu "brilho" até perderes o teu amor-próprio!

4 comments:

...Ju... said...

conheco mta gente que precisava de ler essa frase... oh se conheco...

a perda de amor proprio e mto triste...

*bjinho*

Oliver Pickwick said...

Olá, Anjo! Estou voltando para ler os novos textos e, logo de início, anotei esse aqui: nunca corras atrás do seu "brilho" até perderes o teu amor-próprio!
També, gostei muito da melancolia suave de Conversa de jardim.
E quanto aos seus pijamas, não esquenta com isso! Apostos que todos são fashion.

MajoLuan said...

Pois te arrepia miga! Há pessoas k ficam tão obstinadas com os outros ou com algo ke ñ olham por si e vão correndo atrás dos outros e kuando acordam... bummm... rebentou... E não se encontram... *****

Alexandre said...

Rumo ao Sol, passando por Vénus e Mercúrio mas nunca chegando tão perto que nos possamos anular...

Muitos beijinhso!!!